INSTITUCIONAL

Projeto Conexão promove novas expedições em 2018

Desde 2016, alunos se conectaram com 32 países dos cinco continentes

 

Ao longo de 2018, o Porto sediou, nas Salas Globais de seus três Câmpus, novos encontros do Projeto Conexão: Sala de Aula no Mundo. Turquia, Suécia, Venezuela, El Salvador, México, Vietnã, Costa Rica, Espanha, Austrália, Alemanha, Tunísia e Índia foram alguns dos destinos mais recentes.

 

Foram muitos os temas discutidos nas videoconferências deste ano, tendo como tema geral a questão da Educação. Na conexão com a Tunísia, por exemplo, os alunos conversaram com a professora Imen Tekazaya, do Ministério da Educação do país africano, que falou sobre como a tecnologia pode ser uma aliada para a educação em países em desenvolvimento.

 

 

Outro tema urgente da atualidade abordado no projeto foi a questão dos refugiados: Sixtus Odumbe, gestor do maior campo de refugiados do mundo, localizado em Kakuma, no Kenya, falou sobre como o campo foi formado, sobre os conflitos nos países vizinhos e sobre as dificuldades relacionadas ao ensino em condições tão difíceis. E diretamente da Índia, a professora Neeru Mittal, criadora do projeto Safe Spaces, falou sobre o projeto de comunicação entre escolas que ela coordena para discutir questões como o bullying e a violência no ambiente escolar.

 

Desde 2016, todas as turmas do Portinho ao Ensino Médio participam do “Projeto Conexão: sala de aula no mundo”, que já conectou 32 países nos 5 continentes por meio de videoconferência; e no ano que vem, projeto seguirá adiante, sempre promovendo encontros transformadores!

 

Saiba mais sobre o projeto

 

Em uma era de constantes transformações e avanços tecnológicos, o Porto inseriu sua comunidade na vanguarda digital com o Projeto Conexão. A iniciativa consiste em videoconferências sistemáticas entre escolas e alunos de diferentes partes do mundo e de diversas faixas etárias, estabelecendo, assim, diálogos permanentes para o desenvolvimento de uma consciência global em prol de uma cidadania plena. O diálogo para o entendimento considerando diferentes pontos de vista é a maior intenção pedagógica desse projeto.


Ver todas as notícias